19 January, 2019, 14:38

Vinícolas em Mendoza – Regiões Maipu e Valle do Uco

Em outubro estou planejando comemorar meus 2 anos de casamento em uma viagem visitando vinícolas em Mendoza, na Argentina. Como sempre, faço uma pesquisa para saber os lugares que mais me atraem ou me deixam curiosa e, dessa vez, teve um detalhe diferente: eu quero visitar TODAS as vinícolas em Mendoza!

O enoturismo em Mendoza é muito conhecido e as principais vinícolas ficam divididas em três regiões: Maipu, Valle do Uco e Luján.

Em todas as regiões você encontra vinícolas para degustar, visitar e almoçar. É possível fazer até 4 vinícolas por dia, mas lembre-se de não exagerar pois você pode acabar sem diferenciar os vinhos no final, rsrsrs!

Veja aqui dicas para não fazer feio em uma degustação

Região de Maipu

FAMILIA ZUCCARDI

Além da degustação, na Família Zuccardi também é possível almoçar/jantar (ano passado estive em Mendoza e almoçamos na vinícola um menu super gostoso harmonizado com os vinhos da Familia Zuccardi).

Também possui vinhas plantadas nas regiões de Valle do Uco e Santa Rosa.

SIN FIN

Uma vinícola pequena e familiar que produz vinhos de qualidade e premiados.  Possuem um centro de visitantes para degustação, bar de vinhos com música ao vivo e galeria de arte. O tour pela vinícola incluir visita pelo vinhedo, horta orgânica, sala de produção, barricas etc.

LOPEZ

Uma vinícola grande e tradicional com mais de 118 anos, onde é possível visitar, fazer degustações clássicas e especiais, além de almoçar no restaurante Rincón de Lopez.

O turismo do que fazer é bem completo e é possível até fazer cursos e tour privado nessa vinícola.

TEMPUS ALBA

Vinícola de médio porte onde é possível visitar gratuitamente ou com um guia privado, almoçar e fazer degustações especiais. Uma dica: o wine bar é um plus para quem fizer o turismo com guia privado.

TRAPICHE

Uma das vinícolas de grande nome principalmente no Brasil. Vale a visita principalmente para ver como é a produção em grande escala de vinhos.

Região Valle do Uco

Aqui você encontra as vinícolas com as paisagens mais bonitas de Mendoza pois esta região esta no pé da Cordilheira dos Andes.

ANDELUNA

Vinícola nova de 2005 que tem uma estrutura super moderna e vinhos já premiados. É possível almoçar com um menu degustação de 6 etapas inteiro harmonizado ou menus já montados para a estação. Vale a visita e bebericar na varanda com vista para a cordilheira

LA AZUL

Vinícola pequena e mais descontraída (sem a pompa toda), onde é possível degustar vinhos, fazer visita pelo vinhedo e almoçar.

O’FOURNIER

Vinícola boutique de médio porte com sistema moderno de produção de vinhos. Além da Argentina, possui vinícolas no Chile e na Espanha. É possível fazer degustação e almoçar, mediante reserva.

PULENTA

Gosto muito dos vinhos desta vinícola e em casa são vinhos que sempre tenho na adega!

Nesta vinícola, que produz vinhos desde 1912, além da degustação tradicional, você pode fazer uma degustação sensorial. As visitas são guiadas e devem ser marcadas.

SALENTEIN

Aqui você pode ficar hospedado, são 16 quartos em 3 casas distribuídas pela vinícola. Na hospedagem, inclui a degustação, uso das dependências e passeio pela vinícola de bicicleta.
Se não desejar ficar hospedado, é possível visitar a vinícola para degustações, tour guiado ou em grupo, visitar a galeria de arte ou até mesmo almoçar e jantar nos restaurantes.

THE VINES

Aqui é onde o famoso restaurante Siete Fuegos do Francis Malmann fica. Além de vinícola é um hotel spa de luxo que faz parte do Leading Hotels of The World.

Ex Limão com Alecrim, formada em gastronomia, apaixonada por esportes, vinho, boa gastronomia e viagens.

2 Comments

  1. Artur da Motta Reply

    Excelente lugar para essa comemoração!
    Estive há 2 anos atrás com minha mulher e, dentre outras, estive na O. Fournier, na Trapiche e na Pulenta. É certo que a qualidade desta última é inegável mas me surpreendi com os da O. Fournier e gostamos muito de almoçar lá. Já a Trapiche, embora dispense apresentações, me surpreendeu com a ampla gama de vinhos — muitos excelentes que nem encontramos facilmente no Brasil.
    Só não recomendo fazer mais que 3 degustações por dia, acho até que 2 fica de bom tamanho, pois não se aproveita adequadamente os últimos do dia…

    1. Ju Gonçalez Post author Reply

      Nossa…ótimo saber!! Na África fizemos 4 em um dia..fiquei morta!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: