22 May, 2019, 17:31

Enoturimo Sul Africano – Roteiro de Vinícolas na África do Sul

A pouco tempo de Cape Town, você encontra a região vinícola da África do Sul, nas cidades de Franschhoek, Stellenbosch e Paarl, muito influenciadas e marcadas por histórias francesas e holandesas.

O que fazer em Cape Town?

Para fazer o enoturistmo na região, tivemos um guia particular que nos levou de carro em cinco vinícolas entre Franschhoek e Stellenbosch explicando a história de cada uma e nos acompanhando na degustação dos vinhos.

 

Vinícola Mont Rochelle – Franschhoek

Para nossa lua de mel, escolhemos nos hospedar na vinícola Mont Rochelle, em Franschhoek, uma cidade tipo vilarejo rodeada por montanhas, florestas e vinhedos e que possui uma arquitetura com fazendas no estilo Cape Dutch (resultado da influencia holandesas nas casas africanas).

A vinícola Mont Rochelle tem como sócio o Sir Richard Branson – dono da Virgin Company – e apenas 26 quartos para hospedar – conto mais aqui. Quem fica hospedado na vinícola, pode degustar os vinhos no terraço principal acompanhando petiscos e pratos feitos pelo restaurante Miko.

Já quem vai para o enoturismo, a degustação é feita na Country Kitchen, um restaurante informal ao lado das adegas.

Vinícola La Motte – Franschhoek

A La Motte foi a primeira vinícola que visitamos em nosso roteiro enoturístico. Aqui a degustação foi mais séria, com anotações e pontuações, além de ter o acompanhamento do sommelier nos indicando qual vinho degustar.

As barricas ficam expostas na área de degustação, misturando um ambiente moderno e tradicional, onde você pode visitar – quando fui estava tendo uma exposição de cerâmicas belíssimas.

Os vinhos tintos possuem um tanino marcante, mas elegante ao mesmo tempo. Cada um tem sua característica, mas na minha opinião, todos excelente. Foi aqui que compramos os vinhos para levar para o Brasil!

Em um roteiro, deixaria esta vinícola em primeiro lugar, principalmente por ter uma visita mais estruturada e detalhada.

 

Vinícola Boschendal – Franschhoek

A área principal desta vinícola lembra uma fazenda francesa, com um campo aberto e a casa do fundo. Você pode fazer a degustação no pátio ou dentro do local de degustação. Nesta vinícola degustamos vinhos que possuíam uma característica mais frutada, tanto nos vinhos brancos, quanto nos tintos.

De todas as vinícolas aqui listadas, na minha opinião, a Boschendal fica em último lugar. Ainda assim, um lugar maravilhoso de visitar e vinhos bons para degustar.

Vinícola Delaire Graff – Stellenbosch

Como as cidades do enoturismo são relativamente perto uma das outras, fomos até Stellenbosch para conhecer a vinícola Delaire Graff e aproveitar para almoçar no restaurante que possui certificado Relais & Chateaux.

A Delaire Graff possui uma vista maravilhosa e é puro luxo com obras espalhadas pelo jardim.

Seus vinhos são premiados, mas apenas degustamos um branco para iniciar o almoço e o Shiraz 2015 abaixo, que tem um toque de frutas vermelhas com pimenta branca. Muito interessante e harmonizou perfeitamente com o prato principal.

O Delaire Graff ainda tem o restaurante Indochine com culinária asiática que vale super a visita,

Dica do restaurante: reserve, pois ele é super requisitado.

Tokara – Stellenbosch

Nosso guia trabalhava nessa vinícola, então realizamos a degustação com ele explicando cada detalhe da Tokara. A Tokara é conhecida por seus premiados vinhos, azeitonas, azeites e o brandy, que mistura notas de figos, pêssegos, frutas secas e um toque floral.

Na minha opinião, uma das vinícola mais bonitas de Stellenbosch e vale a pena a visita!

 

A viagem da Lua de Mel foi inteira planejada a quatro mãos com a Vivian, da agência On My Way Travel, que monta roteiros personalizados e super detalhados para cada momento da sua viagem.

Ex Limão com Alecrim, formada em gastronomia, apaixonada por esportes, vinho, boa gastronomia e viagens.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *