12 December, 2019, 04:19

Enoturismo em Portugal – Degustação de Azeites do Esporão

Aproveitando a nossa visita ao Herdade do Esporão, realizamos uma degustação de azeites do Esporão com acompanhamento da oleóloga Ana Carrilho.

Os azeites são produzidos com azeitonas provenientes da região do Alentejo, valorizando as variedades da região e assegurando a qualidade e consistência da produção. O olival inteiro possui 80 hectares e é plantado de acordo com o Modo de Produção Biológica, o que causa um baixo impacto ambiental. Para a produção dos azeites, um pequeno lagar onde utilizam os métodos de produção natural e tradicional.

Os Azeites do Esporão

O Esporão possui 8 tipos de azeites, sendo um deles produzido na vinícola Quinta dos Murças, localizado no Douro.

Herdade do Esporão – Selecção

Uma seleção criteriosa das melhores azeitonas da safra mais recente. Usa-se uma variedade de azeitonas e é um azeite harmonioso e persistente, além de muito equilibrado em tons amargo e picante.

Quinta dos Murças – Azeite Virgem Extra Biológico – Orgânico

Produzido a partir das azeitonas Galega e Negrinha plantadas no terroir da Quinta dos Murças, localizada no Douro.

Veja aqui o Enoturismo na Vinícola Quinta dos Murças

Herdade do Esporão – Olival dos Arrifes

Usa as azeitonas Cobrançosa e Arbequina em modo de produção orgânico.

Herdade do Esporão – Azeite Moura DOP

Neste azeite usa variedade de azeitonas do Alto Alentejo, predominando a azeitona Galega. Aqui as notas de maçã e frutas secas sobressaem com uma leve picância no final.

Herdade do Esporão – Cordovil

O azeite Cordovil é elaborado 100% com a azeitona cordovil que tem características bem marcantes com notas verdes, paladar amargo e uma persistência picante.

Herdade do Esporão – Galega

Também elaborado apenas com uma variedade de azeitona, sendo esta a Galega. Um dos preferidos por serm mais suave com notas de maçã.

Herdade do Esporão – Azeite Virgem

Junção de diversas variedades de azeitonas do Alentejo com um perfil bem suave.

Herdade do Esporão – Azeite Virgem Extra

Suave e harmonioso, tem um bom equilíbrio frutado típico das variedade de azeitonas da região.

O processo de filtragem de azeites do esporão

Em 2016, o Esporão construiu um lagar (local de espremer frutos) onde o foco é preservar as características naturais  das azeitonas. O processo começa na colheita e seu transporte até o lagar em caixas pequenas, onde evitam a fermentação ou danos nas azeitonas.

A Recepção da Azeitona no lagar é a primeira fase, onde o fruto é separado por variedade, qualidade, grau de maturação e modo de produção. Em seguida passa pela Limpadora, retirando os ramos, folhas e lama e pela Balança onde são pesadas para controle de quantidade de azeitonas processadas.

A quarta fase são os Tegões que permitem guardar e separar as azeitonas por um curto período de tempo preservando o fruto. O Moinho tritura a azeitona fazendo a moagem e criando uma pasta e, em seguida, passa pela Termobatedeira que são depósitos cilíndricos onde a pasta da azeitona é colocada e movimentada por pás, separando a água do azeite . A Centrifugação separa o bagaço do azeite e o Depósito armazena o azeite em ambiente inerte.

Após o depósito, o azeite passa pelo Filtro de Terras onde retira todas as impurezas e umidade de forma natural, seguido pelo Loteamento, onde o trabalho do oleólogo é essencial para manter a consistência dos azeites no mercado. A última fase é o Engarrafamento em vidros escuros para preservar suas características.

Como degustar azeites

  1. Em um copinho azul, deve colocar em torno de 15ml. O copo azul serve para esconder a cor do azeite, já que este não deve interferir com a qualidade do aroma ou sabor.
  2. Você irá tapar o copinho azul e, com a palma da sua mão, aquecer o azeite até 28°C (temperatura ideal para provar)
  3. Após destampar o copinho, inspirar lentamente e, em seguida, degustar uma pequena quantidade. É importante inspirar o ar para que as percepções do aroma sejam mais nítidas.
  4. A cada degustação de azeite, deve beber água e comer uma fatia de maçã para limpar o paladar.
  5. A prova também deve ser feita com pedaços de pão branco (o mais neutro possível). Não quer dizer que você sentirá todos os sabores do azeite, mas dará uma ideia diferente.
[videopress Rz1M5D6n w=”1200″ hd=”true” loop=”true”]

Sensações Olfativas

No nariz você pode sentir aromas de azeitona verde, azeitona madura, manjericão, alcachofra, amêndoa, casca de amêndoa, camomila, chá verde, folha de figueira, frutas vermelhas, erva recém cortada, folha de oliveira, funcho, maçã madura, maçã verde, citrinas, nozes, pêra, frutas secas, alecrim, alfazema, pinhões, folhas de tomate, tomate, banana, casca de banana, menta, eucalipto, canela, cacau, alfarroba e pimenta.

Sensações Gustativas

Amargo, doce, picante e adstringência são as sensações que você irá sentir na boca assim que degustar um azeite.

Sensações Negativas

As sensações negativas de um azeite envolvem ranço, tulha, borra, mofo, avinagrado, cheio de madeira úmida, madeira, metálico e cozido ou queimado.

Ex Limão com Alecrim, formada em gastronomia, apaixonada por esportes, vinho, boa gastronomia e viagens.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *