23 March, 2019, 19:38

Dicas de Como Degustar um Vinho e Parecer Profissional

Para não fazer feio em uma degustação com amigos ou profissional, no post de hoje listei várias dicas de como degustar um vinho para você enganar até aquele amigo enochato. Basicamente, em uma degustação você precisa prestar atenção no que esta bebendo, usando quase todos os seus sentidos: visão, olfato, paladar e tato.

A visão irá focar na cor e tonalidade, transparência e opacidade e a viscosidade. Seu olfato irá analisar os aromas primários, secundários, terciário e defeitos do vinho. A prova do vinho é onde você verá o seu gosto e características como doçura, acidez, tanino, álcool e corpo. Ao final, você irá concluir sobre o equilíbrio, características memorizáveis e ter a sua opinião.

Segundo José Osvaldo Albano do Amarante, “A percepção conjunta de olfato e gosto é a mais importante para a degustação”.

1 Passo – Visão

2 Passo – Olfato

Lembre de aspirar o líquido primeiro em repouso.

Os aromas dos vinhos são classificados como

  • Frutados
  • Florais
  • Vegetais
  • Ervas secas
  • Frutos secos
  • Especiarias
  • Melados (mel, melaço etc)
  • Minerais (ferro, terra etc)
  • Mofados (cogumelos, mofo, trufa, etc)
  • Balsâmicos (baunilha, Carvalho, cedro, resina etc)
  • Vegetais especiais (Trufa, âmbar etc.)
  • Animais
  • Torrefação
  • Químicos (sinais de defeitos)

Os aromas terciários (ou buquê) existem apenas nos vinhos tintos e brancos que passaram por barris de Carvalho.

3 Passo – Paladar

Você sente a doçura de um vinho na parte da frente da sua língua, ela vem do açúcar residual do vinho. A acidez vai fazer a sua boca salivar. Os taninos vão deixar uma textura seca na sua boca, que será a adstringência do vinho. O álcool é aquela sensação de “quentura” na gargante e, por fim, o corpo será a sensação de “peso” que o vinho vai dar na sua boca com a mistura da doçura, acidez, tanino e álcool, o que vai fazer do vinho ser leve ou encorpado.

Vinhos mais leves possuem maior acidez e menos álcool, tanino e doçura. Já os vinhos mais encorpados tem uma acidez menor, porém mais álcool, tanino e doçura. Para ter harmonia, o vinho deve equilibrar todos os componentes identificados.

O retrogosto é a sensação residual que permanece depois de engolir o vinho. Quanto mais persistente e agradável é o retrogosto, melhor o vinho.

Veja aqui os termos de vinho

4 Passo – Conclusão de Como Degustar um Vinho

Em uma degustação, a conclusão final deve equilibrar todas as características do vinho. Um vinho em desequilíbrio tem características que se sobressaem às outras, por exemplo um vinho com acidez muito marcante.

Mas lembre sempre que a sua opinião é a mais importante! Isso quer dizer que não importa se na degustação o vinho favorito tem que ser o seu favorito. O seu favorito é aquele que você mais gostou!

Veja aqui 6 mitos dos vinhos

 


Fonte:
O guia essencial do vinho: Wine Folly. Madeline Puckette, Justin Hammack
Os segredos do vinho para iniciantes e iniciados. José Osvaldo Albano do Amarante

Ex Limão com Alecrim, formada em gastronomia, apaixonada por esportes, vinho, boa gastronomia e viagens.

4 Comments

    1. Ju Gonçalez Post author Reply

      Sem problemas em reproduzir. Apenas, por favor, dê os créditos ao usar imagens e texto produzido.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: