19 January, 2019, 15:23

Bariloche para um Foodie

Bariloche sempre foi uma roteiro gastronômico para os foodies. Perto do Brasil, com passagens – às vezes – mais baratas que ir para nosso próprio nordeste, e uma aventura gastronômica com um sabor bem diferente do brasileiro.

A cidade da Patagônia na Argentina oferece muitas opções para os amantes de cervejas, chocolates, carnes, peixes e chás.

Veja mais sobre a Argentina aqui – 10 Lugares para Comer em Buenos Aires

Alimento dos Deuses

Um dos atrativos turísticos mais famosos de Bariloche é o chocolate artesanal.

Considerada a capital nacional do chocolate, a cidade oferece diversas chocolaterias com uma vasta opção de sabores e misturas para o doce.

Além dos visitantes poderem acompanhar o processo de criação dessas delícias de perto, também é possível visitar o museu construído em homenagem ao que já foi considerado o “alimento dos deuses.”

A principal rua de Bariloche, no centro, é um irresistível e autêntico “passeio do chocolate”. É ali que se realiza a Festa Nacional do Chocolate, durante a Semana Santa.

 

Cerveja – O Ouro Líquido

Outro produto artesanal que ganha cada vez mais reconhecimento, são as cervejas. A cidade possui diversas cervejarias que se empenham em criar bebidas diferentes e únicas.

 

As opções de sabores são plurais e para todos os paladares. São aproximadamente 25 empreendimentos entre bares e fábricas dedicados à bebida. A estimativa é que sejam produzidos mais de dois milhões de litros de cerveja por ano

Bariloche e sua Técnica milenar

Os amantes de uma boa refeição podem desfrutar dos pratos típicos da patagônia.

Diferentemente dos churrascos de chão da região dos pampas, na Patagônia é mais comum a utilização de trutas e salmão, muito comum nos lagos da região, além de carneiros e javalis.

Muito difundida no Chile, a técnica chamada curanto também pode ser encontrada no preparo dos alimentos locais. Nela, é cavado um buraco de aproximadamente 15cm no chão, colocam-se pedras quentes e o alimento cozinha nesse forno natural por algumas horas.

A técnica é milenar e influência dos povos nativos – se encontra na pitoresca Colônia Suíça, a poucos minutos do centro de Bariloche.

Andando pelo centro de Bariloche é possível encontrar diversas casas de chá, que além da bebida oferecem diversas opções de doces e salgado. Uma ótima pedida para um lanche da tarde.

 

Texto: MAPA Comunicação Integrada
Atendimento à Imprensa – Bariloche

Ex Limão com Alecrim, formada em gastronomia, apaixonada por esportes, vinho, boa gastronomia e viagens.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: